Cresce o número de golpes pelo WhatsApp e clonagem de aplicativos


O Diretor de Tecnologia da RJ Network, Danilo Cabreira, dá dicas de como reconhecer e se proteger dos crimes cibernéticos.
A reportagem foi feita pela TV Record Rio Preto e foi ao ar no dia 16/05.

Falha de segurança deixa vulneráveis os usuários do WhatsApp

Nesta segunda-feira, 13 de maio, o aplicativo de mensagem WhatsApp, anunciou que descobriu uma falha de segurança em sua plataforma, deixando 1,5 bilhão de usuários vulneráveis.

De acordo com o site Financial Times (FT), a falha no aplicativo permite que invasores instalem um spyware (software espião) de maneira remota, facilitando acesso aos dados do aparelho. A empresa confirmou o fato em comunicado oficial e solicitou que todos os usuários do aplicativo, atualizem para a versão mais recente, disponibilizada no Google Play Store, para quem utiliza Android, ou na Apple Store, no caso do IOS (IPhone). Ainda sobre o spyware, a instalação do vírus é feita por meio de chamada telefônica, mesmo que ela não seja atendida. Na maioria dos casos, a chamada desaparecia do histórico do telefone, fazendo que a vítima não desconfiasse que havia sido alvo do ataque. Para evitar pânico, o WhatsApp informou que os ataques foram direcionados para vítimas específicas, não se tratando de uma invasão em massa. Assegurou ainda que logo após tomar conhecimento do fato, alertou a Organizações de Direitos Humanos (que estavam entre as vítimas de espionagem), empresas de segurança cibernética e o Departamento de Justiça dos EUA. Até o momento, não se sabe quem realizou os ataques, porém, o software se assemelha a tecnologia desenvolvida pela empresa de cibersegurança israelense NSO Group. Um porta voz da empresa, negou o fato em entrevista ao site G1, alegando que o software da companhia é licenciado para governos e agências estatais para lutar contra criminosos e terroristas.

A indicação do WhatsApp para evitar problemas, é que todos atualizem para a última versão disponibilizada do aplicativo.

Fonte: RJ Network

Cabeamento estruturado: Conheça os principais benefícios

O cabeamento estruturado, através da norma internacional TIA-568D e da norma nacional NBR14565, define os padrões de cabos, conectores e meios de instalação para redes de computadores. Toda empresa, seja ela pequena, média ou grande, precisa dessa organização para permitir que todas as conexões, sejam feitas da melhor forma possível e de forma padronizada.  A infraestrutura de rede é de extrema importância pois a empresa depende diretamente do bom funcionamento das aplicações para conseguirem operar suas atividades diárias como, envio de e-mails, sistemas e aplicações corporativas, compartilhamento de arquivos, telefonia IP e sistemas de CFTV-IP. Além desta padronização garantir o bom funcionamento, os projetos de expansão devem ser realizados nos mesmos moldes, garantindo assim o crescimento normatizado do cabeamento de maneira simples, fácil e econômica. 

Mas além da organização dos cabos, por que devo investir em cabeamento estruturado?

Um dos benefícios é que a rede da sua empresa, tem menor probabilidade de ocorrer falhas, interferências, oscilações ou interrupções. Outra razão para usar o sistema de cabeamento estruturado, é que a durabilidade é bem maior do que o cabeamento comum. Em parceria com a Furukawa é possível oferecer uma garantia de até 25 anos do cabeamento instalado. Por isso, mesmo que o investimento da reestruturação de cabeamento seja um pouco maior, a longo prazo, você acabará economizando cerca de 30% em relação ao investimento com cabeamento comum, já que vai precisar trocá-lo com maior frequência e o índice de incidentes é maior. Além disso, a instalação de cabeamento estruturado, tem como vantagem a capacidade de fornecer conectividade para todos os sistemas de dados, voz e vídeo da sua rede. Uma estrutura unificada, diminui a necessidade de atualizações e manutenção, economizando tempo e o dinheiro da sua empresa. Uma vez que você possui esta padronização na estrutura, você sempre precisará contar com um parceiro especializado para manter o cabeamento do seu data center dentro das normas, pois o padrão implementado inicialmente deve ser seguido em todos os projetos de re-layout e de expansão.

Com a expansão das redes wireless, é viável a utilização de cabos?

Nos dias atuais, é muito comum nos depararmos com telefones sem fio e computadores conectados a rede Wi-Fi. Mas com o sistema de cabeamento estruturado, bem instalado e configurado, as vantagens são maiores. O cabo permite a utilização de soluções de telefonia e vídeo-chamadas com qualidade e sem interferências, velocidade garantida em computadores que necessitam de utilizar aplicações críticas e que não podem sofrer com oscilações, perdas de pacote e falhas de infraestrutura.

Ainda tem dúvidas se investir ou não em cabeamento estruturado? Fale com um dos nossos consultores!

Fonte: RJ Network

Você está preparado para um ataque cibernético?

Essas ações praticadas por hackers, consistem na disseminação de vírus (arquivos maliciosos) que infectam, danificam e roubam informações de computadores e demais bancos de dados online. Segundo uma pesquisa realizada em 2018 pela Dell Technologies em parceria com a Intel, a transformação digital está longe de ser uma realidade no Brasil e a maioria das empresas brasileiras de grande e médio porte, ainda tem investindo com cautela e muito lentamente neste setor. Boas práticas e medidas de segurança, são essenciais para se evitar a dor de cabeça com os ataques cibernéticos.

Mas quais medidas são fundamentais para proteger sua empresa dos cibercrimes?
O Gerente de Soluções e Tecnologia da RJ Network, Vagner Silva, dá 5 dicas de como se proteger dos hackers:

1 – Mantenha os seus sistemas operacionais atualizados:

Os ataques cibernéticos visam encontrar “brechas” nos sistemas operacionais, que são corrigidas através de atualizações periódicas do próprio sistema. Porém, no caso da não atualização, o sistema ficará vulnerável para possíveis ataques cibernéticos.
O ideal é manter um monitoramento e acompanhar os processos de atualizações, evitando assim que criminosos usem estas “brechas”, para invadir ou sequestrar os dados da empresa.

2 – Políticas de segurança:

É muito importante ter estabelecida uma política de segurança. Devemos sempre obter senhas em dispositivos móveis, desktops e notebooks. Um item perdido ou roubado, pode nos deixar vulnerável. Porém, se utilizarmos as pastas seguras e senhas de acesso ao dispositivo, as chances de invasão ficam bem restritas.

3 – Adotar padrões de senhas diferentes:

A política de senha adotada, deve ter um certo grau de dificuldade. O correto é não adotar o mesmo padrão ou a mesma senha para todos os acessos disponíveis. Os especialistas em segurança recomendam a utilização de senhas complexas, longas e que combinem letras, números e símbolos, sem nenhuma referência com a empresa.
A senha é a porta de entrada de qualquer sistema de segurança. Utilizar sempre a mesma, pode abrir diversas brechas para hackers que tenham conseguido invadir um único sistema.

4 – Tenha um sistema de proteção de dados:

Implemente controles de segurança. Para impedir os ataques que visam entrar na sua rede, é preciso ter um Firewall de proteção. Este equipamento fará com que, toda a tentativa de acesso a sua rede seja monitorada e auditada. O que não for legítimo e trouxer malefícios, será descartado.
Para a proteção interna da rede, é necessário o uso de um bom antivírus. Onde a análise é feita com base em comportamento e assinatura, obtendo assim, uma inteligência artificial do que é prejudicial ao ambiente de rede, eliminando-o de forma automática.

5 – Tenha um bom Backup.

Faça backup dos sistemas críticos e de todos os arquivos importantes. Um dos fatores mais relevantes nos casos de ataques cibernéticos, é pensar na continuidade dos negócios. Esses ataques podem ocorrer mesmo tendo os sistemas de segurança e profissionais capacitados. 
Seja por uma possível falha humana ou indisponibilidade das plataformas de segurança, neste momento a única solução é recorrer a cópia dos dados armazenados.
Vale ressaltar que, esta cópia deve estar preferencialmente fora da rede ou off-line, visto que se seu ambiente foi comprometido, é provável que o backup local também esteja. Neste caso tendo-o fora da rede ou off-line, você poderá restaurar e retomar as operações o quanto antes.

E você, tem protegido o seu negócio?

Para informações sobre como proteger a sua empresa dos ataques cibernéticos, entrem em contato com nossos consultores.

www.rjnetwork.com.br ou (17) 3211-4211

Fonte: RJ Network

Os dados da sua empresa estão seguros?

Sétimo país com mais invasões de hackers no mundo, o Brasil é primeiro lugar quando se fala em ataques cibernéticos na América Latina.
O Gerente de Soluções e Tecnologia da RJ Network, Vagner Silva, deu dicas de como melhorar a segurança dos dados da sua empresa.
A reportagem foi feita pela TV Record Rio Preto e foi ao ar no dia 24/01.

Next Page →