A Internet revelada

Um vídeo bem legal, numa linguagem bem leiga, que você pode mostrar aos seus pais e amigos para que eles entendam (finalmente) no que – e com o que – você trabalha :-)

Veja o vídeo:

Internet Revelada

 

Quer saber mais? Acesse: http://goo.gl/6It72

 

Comandos show para verificar o roteador, módulos e números de série

 

Hoje vamos mostrar três comandos show úteis para verificar o roteador e números de série (SN – Serial Number):

Com o “Show  environment” podemos verificar as condições de temperatura e das ventoinhas (FAN) dos roteadores.

dltec#show environment
Fan  1 OK
Fan  2 OK
ILP  Power Supply – Absent
Fan Speed Setting: Normal
dltec#

Para verificar os módulos instalados e seus respectivos números de série temos dois comandos que podem ser utilizados, o show diag (mais completo) ou show inventory (mais simples de visualizar). Você notará nos comandos abaixo que o show diag traz muitas informações e com um nível de detalhes que nem sempre é o que precisamos na prática, já o show inventory é mais simplificado quando queremos apenas definir os módulos que estão instalados em um roteador Cisco e listar seus respectivos números de série.

Abaixo segue a saída dos dois comandos para um roteador Cisco 2801 com diversas placas instaladas começando com o show diag. Procure notar nos campos destacados o modelo, qual slot que a placa está instalada e seu número de série. Normalmente esse comando exige uma atenção especial para o número de série do chassis, pois no primeiro campo tem dois números: o da PCB que é da placa mãe e mais embaixo sim o do chassis que é utilizado para abrir chamados de manutenção ou acionar a garantia da Cisco.

dltec#show diag
Slot 0:
C2801 2FE 4SLOT Mainboard Port adapter, 15 ports
Port adapter is analyzed
Port adapter insertion time 2w5d ago
EEPROM contents at hardware discovery:
Chassis MAC Address      : 001e.130b.1aee
MAC Address block size   : 34
PCB Serial Number        : FOC11456KRJ
Hardware Revision        : 7.0
Part Number              : 73-8190-07
Board Revision           : C0
Top Assy. Part Number    : 800-23435-05
Deviation Number         : 0
Fab Version              : 04
CLEI Code                : IPM7V00CRA
RMA Test History         : 00
RMA Number               : 0-0-0-0
RMA History              : 00
Product (FRU) Number     : CISCO2801
Version Identifier       : V04
Processor type           : 86
Chassis Serial Number    : FHK1147F1JV
EEPROM format version 4
EEPROM contents (hex):
0×00: 04 FF C3 06 00 1E 13 0B 1A EE 43 00 22 C1 8B 46
0×10: 4F 43 31 31 34 35 36 4B 52 4A 40 04 1C 41 07 00
0×20: 82 49 1F FE 07 42 43 30 C0 46 03 20 00 5B 8B 05
0×30: 88 00 00 00 00 02 04 C6 8A 49 50 4D 37 56 30 30
0×40: 43 52 41 03 00 81 00 00 00 00 04 00 CB 89 43 49
0×50: 53 43 4F 32 38 30 31 89 56 30 34 20 D9 02 C1 40
0×60: 09 86 C2 8B 46 48 4B 31 31 34 37 46 31 4A 56 FF
0×70: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×80: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×90: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xA0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xB0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xC0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xD0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xE0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0xF0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×100: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×110: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×120: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×130: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×140: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×150: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×160: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×170: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×180: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×190: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1A0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1B0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1C0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1D0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1E0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0x1F0: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF

PVDM Slot 0:
8-channel (G.711) Voice/Fax PVDMII DSP SIMM PVDM daughter card
Hardware Revision        : 4.0
Part Number              : 73-8848-05
Board Revision           : B0
Deviation Number         : 0
Fab Version              : 04
PCB Serial Number        : FOC11410QXX
RMA Test History         : 00
RMA Number               : 0-0-0-0
RMA History              : 00
Processor type           : 00
Product (FRU) Number     : PVDM2-8
Version Identifier       : V01
EEPROM format version 4
EEPROM contents (hex):
0×00: 04 FF 40 04 30 41 04 00 82 49 22 90 05 42 42 30
0×10: 88 00 00 00 00 02 04 C1 8B 46 4F 43 31 31 34 31
0×20: 30 51 58 58 03 00 81 00 00 00 00 04 00 09 00 CB
0×30: 87 50 56 44 4D 32 2D 38 89 56 30 31 20 D9 02 40
0×40: C1 FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×50: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×60: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×70: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF

VIC Slot 0:
2nd generation – E&M Voice daughter card (2 port)
Hardware Revision        : 4.1
Top Assy. Part Number    : 800-21342-01
Board Revision           : E0
Deviation Number         : 0-0
Fab Version              : 03
PCB Serial Number        : FOC0902159J
RMA Test History         : 00
RMA Number               : 0-0-0-0
RMA History              : 00
Version Identifier       : V
Product (FRU) Number     : VIC2-2E/M=
EEPROM format version 4
EEPROM contents (hex):
0×00: 04 FF 40 00 48 41 04 01 C0 46 03 20 00 53 5E 01
0×10: 42 45 30 80 00 00 00 00 02 03 C1 8B 46 4F 43 30
0×20: 39 30 32 31 35 39 4A 03 00 81 00 00 00 00 04 00
0×30: 89 56 00 00 00 FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×40: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×50: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×60: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×70: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF

WIC/VIC/HWIC Slot 1:
Serial 2T (12in1)
Hardware revision 1.0           Board revision B0
Serial number     35725133      Part number    800-03181-03
Version Identifier     V01      FRU Part Number     WIC-2T
Test history      0×0           RMA number     00-00-00
Connector type    PCI
EEPROM format version 1
EEPROM contents (hex):
0×20: 01 12 01 00 02 21 1F 4D 50 0C 6D 03 00 00 00 00
0×30: 58 00 00 00 07 05 19 00 FF FF FF FF FF FF FF FF

WIC/VIC Slot 2:
FXS DID Voice daughter card (4 port)
Hardware Revision        : 3.1
Part Number              : 73-6918-02
Board Revision           : F0
Deviation Number         : 0
Fab Version              : 02
PCB Serial Number        : FOC12193U3S
RMA Test History         : 00
RMA Number               : 0-0-0-0
RMA History              : 00
Top Assy. Part Number    : 800-17016-02
Connector Type           : 01
CLEI Code                : IP9IABYCAA
Product (FRU) Number     : VIC-4FXS/DID=
EEPROM format version 4
EEPROM contents (hex):
0×00: 04 FF 40 00 3A 41 03 01 82 49 1B 06 02 42 46 30
0×10: 88 00 00 00 00 02 02 C1 8B 46 4F 43 31 32 31 39
0×20: 33 55 33 53 03 00 81 00 00 00 00 04 00 C0 46 03
0×30: 20 00 42 78 02 05 01 C6 8A 49 50 39 49 41 42 59
0×40: 43 41 41 FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×50: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×60: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×70: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF

WIC/VIC/HWIC Slot 3:
2nd generation – FXO Voice daughter card (2 port)
Hardware Revision        : 5.0
Top Assy. Part Number    : 800-21597-02
Board Revision           : A0
Deviation Number         : 0-0
Fab Version              : 04
PCB Serial Number        : FOC10380BRE
RMA Test History         : 00
RMA Number               : 0-0-0-0
RMA History              : 00
Product (FRU) Number     : VIC2-2FXO
Version Identifier       : V01
CLEI Code                : CNUIARTAAA
EEPROM format version 4
EEPROM contents (hex):
0×00: 04 FF 40 00 4D 41 05 00 C0 46 03 20 00 54 5D 02
0×10: 42 41 30 80 00 00 00 00 02 04 C1 8B 46 4F 43 31
0×20: 30 33 38 30 42 52 45 03 00 81 00 00 00 00 04 00
0×30: CB 89 56 49 43 32 2D 32 46 58 4F 89 56 30 31 20
0×40: C6 8A 43 4E 55 49 41 52 54 41 41 41 FF FF FF FF
0×50: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×60: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF
0×70: FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF FF

dltec#show inventory
NAME: “chassis”, DESCR: “2801 chassis”
PID: CISCO2801         , VID: V04 , SN: FHK1147F1JV

NAME: “motherboard”, DESCR: “C2801 Motherboard with 2 Fast Ethernet”
PID: CISCO2801         , VID: V04 , SN: FOC11456KRJ

NAME: “VIC 0″, DESCR: “2nd generation two port EM voice interface daughtercard”
PID: VIC2-2E/M=        , VID: V  , SN: FOC0902159J

NAME: “WIC/VIC/HWIC 1″, DESCR: “WAN Interface Card – Serial 2T”
PID: WIC-2T            , VID: V01, SN: 35725133

NAME: “WIC/VIC 2″, DESCR: “Four port FXS DID voice interface daughtercard”
PID: VIC-4FXS/DID=     , VID: 3.1, SN: FOC12193U3S

NAME: “WIC/VIC/HWIC 3″, DESCR: “2nd generation two port FXO voice interface daughtercard”
PID: VIC2-2FXO         , VID: V01 , SN: FOC10380BRE

NAME: “PVDM 0″, DESCR: “PVDMII DSP SIMM with one DSP with half channel capcity”
PID: PVDM2-8           , VID: V01 , SN: FOC11410QXX

dltec#

Outra maneira de verificar o número de série é indo ao rack onde o equipamento está instalado e verificar a etiqueta que normalmente está na traseira do equipamento.

Serial Number Cisco

Serial Number Cisco

Guardem os comandos show ensinados nesse post, pois eles podem ser úteis no levantamento das informações de rede ou então para abrir um chamado de manutenção/garantia na Cisco.

 

Quer saber mais? Acesse: http://goo.gl/QWBvO

 

 

O que muda para os consumidores com a venda da Linksys

Cisco, companhia americana especializada em redes e comunicação, irá sair de vez do mercado voltado para o consumidor final. Em nota em seu blog oficial, a Cisco anunciou a venda de sua subsidiária Linksys, desenvolvedora de roteadores, para a Belkin, fabricante americana de acessórios para iPod, iPhone e iPad.

Mas o que esta transação significa para os consumidores que já tem produtos fabricados pela Linksys? Sem mencionar valores, a Belkin detalhou emcomunicado o que acontecerá daqui em diante, tanto para os consumidores quanto para estratégia da companhia.

E, ao que tudo indica, não há motivo para preocupações. De acordo com a empresa, a intenção é manter a marca Linksys, assim como a assistência técnica de tudo o que é fabricado por ela. “Todas as garantias válidas para produtos atuais e futuros serão honradas pela Belkin”, garante a companhia. Fundada em 1983 na Califórnia, a Belkin está atualmente presente em mais de 100 países, no Brasil inclusive.

Assim que a transação estiver concluída, a empresa passará a dominar 30% do varejo voltado para consumidores e pequenas empresas apenas nos Estados Unidos. “Nosso objetivo final é tornar a Belkin líder mundial em redes sem fio e esta aquisição é um passo importante nesta estratégia”, disse o CEO da Belkin, Chet Pipkin.

“A Linksys sempre foi um membro importante da família Cisco e estamos confiantes de que encontramos os compradores certos”, declarou Hilton Romanski, vice-presidente da Cisco, também no blog da empresa. A Linksys foi adquirida pela Cisco em 2003, em uma operação estimada em 500 milhões de dólares.

 

Quer saber mais? Acesse: 
http://goo.gl/5yMKt

 

 

Fifa vai bancar infraestrutura de telecomunicações da Copa no Brasil

Em acordo com o Ministério das Comunicações, a Fifa definiu nesta segunda-feira (28) que é ela quem vai pagar pela infraestrutura de telecomunicações a ser usada no Brasil durante a Copa do Mundo de 2014.

Em entrevista à Agência Brasil, o ministro Paulo Bernardo disse que o acordo foi acertado de forma que beneficie ambas as partes. “Tínhamos algumas diferenças entre o ministério e a Fifa sobre o que era infraestrutura e o que era serviço. Resolvemos tratar que o que vai ficar no Brasil antes e depois da Copa será de responsabilidade do ministério. O que vai ser usado apenas na Copa será pago pela Fifa.”

Segundo o titular da pasta, o Governo Federal deve investir um total de R$ 380 milhões nas telecomunicações, sendo que cerca de R$ 200 milhões serão repassados ao orçamento de 12 redes metropolitanas.

Os R$ 180 milhões restantes serão investidos pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) em treinamento, equipamentos, rede, entre outros. No entanto, o orçamento ainda está sendo definido.

Para Jérôme Valcke, secretário geral da Fifa, a área de comunicação é fundamental para a Copa e a preocupação atual é que todos os prazos estabelecidos sejam cumpridos. “Estamos trabalhando para que tudo fique pronto a tempo. Insistimos nos eventos testes para resolver possíveis problemas. Alguns estádios serão entregues apenas no final deste ano. Mas tem que entregar no prazo, para que todo o trabalho a seguir tenha prazo suficiente.”
Quer saber mais? Acesse: http://goo.gl/535ly

 

Novo formato de vídeo H.265 ajuda a trazer streaming de conteúdo a redes mais lentas

 

Streaming de vídeo é o futuro. Bem, já é o presente, mas também é o futuro. E, com o aumento das resoluções, será cada vez mais difícil canalizar todos os dados para a tela que você escolher sem sofrer alguma demora. Felizmente, o novo padrão H.265 foi aprovado pela UIT e está aqui para ajudar.

Também conhecido como High Efficiency Video Coding (HEVC), o padrão H.265 deve facilitar o streaming de vídeo em HD e pode tornar viável até mesmo o streaming de UHD (também conhecido como 4K) quando isso se tornar algo mais comum.

Idealmente, novas técnicas de compressão que acompanham o padrão H.265 devem fazer com que o streaming de 1080p exija apenas metade dos bits que são necessários hoje.

Além de facilitar a transmissão de conteúdo em alta definição, o novo padrão também deve tornar mais fácil transmitir vídeo em redes mais lentas, trazendo conteúdo em qualidade mais alta para dispositivos móveis com uma espera de buffering menor.

Mas os efeitos não serão instantâneos. Sim, os decodificadores de software devem chegar muito em breve, mas só vamos começar a realmente obter os benefícios do novo padrão até que ele seja implementado em chips – afinal, queremos a decodificação via hardware.

O H.265 não será capaz de arcar com toda a carga de streaming de vídeo, cada vez mais gigantesca, mas poderá dar uma forcinha. E isso já ajuda muito.

 

Quer saber mais? Acesse: http://goo.gl/CAGIw

 

Next Page →